Sincoverg

Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários no Transporte de Passageiros, Urbano, Suburbano, Metropolitano, Intermunicipal e Cargas Próprias de Guarulhos e Arujá em São Paulo

Guarulhos, 20 de Novembro de 2017

Por condutores

Assédio moral é crime!

A humilhação pode acontecer através de palavras ou de atitudes autoritárias que gerem constrangimentos

assedio-moral-2

Você já ouviu falar em assédio moral?Sabe o que significa? Sabe identificar atitudes e/ou comportamentos que caracterizam assédio moral?

Ultimamente muito tem se falado de assédio moral, inclusive com propaganda na televisão em horário nobre. Mas afinal, o que é? Assédio Moral não pode ser confundido com conflitos ou discussões normais que acontecem eventualmente no ambiente de trabalho com a chefia. Também o fato de me chamarem a atenção por erros, não é considerado assédio.

Segundo o Ministério do Trabalho, assédio moral são atos cruéis e desumanos, que caracterizam uma atitude violenta e sem ética nas relações de trabalho, praticados por um ou mais chefes contra seus subordinados. Trata-se da exposição de trabalhadoras e trabalhadores a situações vexatórias, constrangedoras e humilhantes durante o exercício de sua função.

A vítima escolhida é isolada do grupo, sem explicações e passa a ser hostilizada, ridicularizada e desacreditada no seu local de trabalho.

Se o chefe submete qualquer de seus subordinados a situações vexatórias, exige missões impossíveis ou promove tratamento desigual, ele está praticando assédio moral. Tudo que foge às regras sociais de convívio, respeito e cordialidade ou às práticas definidas em contrato de trabalho pode ser considerado assédio moral.

Mas atenção, um ato isolado de humilhação não é assédio moral.

Para ser considerado como assédio moral tem que ter:
• Repetição Sistemática;
• Intencionalidade;
• Forçar o outro a abrir mão do emprego;
• Direcionalidade: uma pessoa do grupo é escolhida como bode expiatório;
• Temporalidade: durante a jornada, por dias e meses;
• Degradação das condições de trabalho.

Como reconhecer o Assédio Moral?
Se seu chefe frequentemente:
• Grita com você, faz ameaças e intimidações;
• Questiona seus atestados médicos;
• Marca quantas vezes que você vai ao banheiro;
• Diz que você tem problemas psicológicos;
• Espalha fofocas a seu respeito;
• Zomba de suas características físicas;
• Passa tarefas humilhantes;
• Sobrecarrega você de novas tarefas;
• Isola você de outros colegas;
• Proíbe que seus colegas falem com você;
• Não lhe dirige a palavra e ignora sua presença, dirigindo-se apenas aos outros;
• Critica sua vida pessoal;
• Retira sua autonomia e seus instrumentos de trabalho.

Não se intimide! Rompa o silêncio e busque apoio de seu sindicato. DENUNCIE!!!

Serviço: Departamento Jurídico
Segunda-feira, das 9 às 13h
Quinta-feira, das 13 às 17h
Informações: 2441-3442.

secretaria da mulher