Patrões não oferecem reajuste aos trabalhadores

Compartilhe essa notícia:

home_rodada

Companheirada, no dia 15/5 realizamos a primeira Rodada de Negociação da nossa Campanha Salarial.

Os patrões vieram para a reunião dispostos a embarrigar nossa campanha salarial e sem nenhuma proposta à nossa categoria.

Apresentaram todos os problemas da crise econômica, a tarifa que não foi aumentada no valor necessário e feita com atraso, causando mais prejuízos, comprovaram a queda de passageiros através de números da secretaria de trânsito, como se isso fosse culpa do trabalhador.

Mesmo com esses problemas, o presidente Maurício Brinquinho provou que quem sofre com a crise são os trabalhadores e os empresários têm muita gordura para queimar.

Nada mais justo para as nossas trabalhadoras e trabalhores, que transportam essa cidade terem seus direitos garantidos e ampliados.

No fim da reunião saímos com uma ata com a garantia da data base de nossa campanha, assim, todos os reajustes realizados serão retroativos a maio/17 e que até sexta-feira da semana que vem, dia 26/5, acontecerá uma nova rodada de negociação e dessa vez com uma proposta patronal.

Trabalhadoras e trabalhadores, permaneçam atentos ao chamado de seu sindicato, esse ano a campanha salarial está mais difícil graças a esse governo golpista que está no poder, por isso se faz, mais do que nunca, a nossa unidade.

#NenhumDireitoAMenos

 

 

 

 

 

Direção do SINCOVERG, cada vez mais preparada, apresenta números reais ao setor patronal, os patrões, por sua vez, compareceram à reunião sem proposta de reajuste salarial
Compartilhe essa notícia:

Veja também: