Sincoverg

Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários no Transporte de Passageiros, Urbano, Suburbano, Metropolitano, Intermunicipal e Cargas Próprias de Guarulhos e Arujá em São Paulo

Guarulhos, 19 de Setembro de 2019

Por condutores

PEC do fim do mundo aprovada

Sem nenhum pudor, o governo golpista aprova PEC que acabará com qualquer perspectiva de um Brasil melhor

Depois da aprovação da PEC 241, apelidada de PEC do Fim do Mundo, não restam dúvidas de que o governo golpista tem a prioridade clara de manter os privilégios da mais alta elite financeira do país.

Nenhuma panela bateu, nenhum indignado vestindo a camisa da seleção reclamou. Enquanto isso, a PEC que congela os investimentos do governo em saúde, educação e proteção social por 20 anos foi aprovada no Senado. Um relator da ONU chegou a dizer que isso representa o sacrifício de uma geração inteira.

A todos aqueles que ficaram em dúvida durante o processo de afastamento da presidente Dilma de seu cargo, agora vem a certeza de que foi um golpe, mas um golpe não contra um governo. Foi um golpe de uma classe política corrupta contra a maioria do povo brasileiro, com a ajuda de redes de comunicação como a Globo e a Band.

O governo golpista de Michel Temer retira direitos de trabalhadores a cada dia, sem nem mais disfarçar. Conquistas históricas como a aposentadoria estão sob séria ameaça. Agora grande parte dos brasileiros morrerá antes de completar idade mínima para se aposentar. E esse mesmo trabalhador não terá o auxílio do SUS, nem escola e universidade pública de qualidade para seu filho. Sequer terá carteira assinada, porque a própria CLT está com os dias contados.

Enquanto retira direitos do povo, o governo e o congresso golpista não se envergonham de manter seus altos gastos, inclusive com jantares luxuosos pagos aos deputados e senadores para a aprovação das leis que ferem os brasileiros. É como se quando uma família estivesse em dificuldades financeiras escolhesse comprar um carro novo e cortar a comida e a escola dos filhos. E pior: querem fazer parecer que isso é o melhor para todos.

A única coisa que pode dar um basta a esse crime contra o povo brasileiro é a pressão popular nas ruas. É preciso que todos nós deixemos claro que não aceitaremos a destruição dos direitos sociais em benefício de lucros de bancos e grandes empresários.

 

Juntos somos fortes. Juntos somos SINCOVERG
Forte abraço,
Orlando Maurício Jr. – Brinquinho
Presidente SINCOVERG