Sincoverg

Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários no Transporte de Passageiros, Urbano, Suburbano, Metropolitano, Intermunicipal e Cargas Próprias de Guarulhos e Arujá em São Paulo

Guarulhos, 15 de Novembro de 2019

Por condutores

Secretaria das mulheres garante geração de empregos

Cota mínima de 15% para mulheres, em todas as funções representadas pelo SINCOVERG, foi uma pauta construída pela Secretaria das Mulheres. Em audiência com SINCOVERG, o TRT ordenou que empresas cumpram cláusula imediatamente

Aos poucos, nós mulheres, também provamos a eficácia de nosso trabalho, mostrando que lugar de mulher é onde ela quiser.

Conseguimos criar uma cláusula na nossa Convenção Coletiva de Trabalho que garante, pelo menos, 15% de mulheres em todas as funções representadas pelo sindicato.

Com exceção da empresa Campo dos Ouros, nenhuma empresa estava cumprindo essa determinação.

Na audiência do TRT com os empresários, nosso presidente Maurício Brinquinho também levou essa pauta e, por determinação do Desembargador Vice-Presidente Judicial RAFAEL E. PUGLIESE RIBEIRO, as empresas precisam cumprir, imediatamente, essa cláusula.

Com isso, nossa secretaria e o sindicato, no meio dessa recessão que o país atravessa, gerará empregos paras as mulheres.

Não são poucos os casos que as mulheres são arrimo de família e, nossa secretaria, tem trabalhado muito para as mulheres.

Ajude nossa secretaria a ficar mais forte, participe com a gente.

Juntas, fazemos a diferença!

Plano de saúde familiar

Além das cotas das mulheres, lutamos muito pela manutenção dos direitos das trabalhadoras e trabalhadores.

Não é à toa que todo ano os empresários tentam mudar o nosso plano de saúde.

Visando apenas a economia das empresas, sempre falam na possibilidade de um plano de saúde individual, jogando trabalhadores contra outros trabalhadores.

Acontece, que essa economia é mínima à empresa e aos trabalhadores, mas, faz uma enorme diferença no orçamento da trabalhadora ou trabalhador com família e filhos.