Vitória parcial dos trabalhadores

Compartilhe essa notícia:

ACORDO SERÁ MANTIDO ATÉ JULHO

A frota de transporte público continuará funcionando em sistema de rodízio entre os trabalhadores.

Aqueles que já ficaram mais de 60 dias com o contrato suspenso devem aguardar as novas tratativas, uma vez que este é o prazo máximo previsto em lei.

Entre os principais pontos negociados estão:
– Os trabalhadores na ativa receberem seus direitos coletivos normalmente.
– Já os que tiverem o contrato suspenso receberão: 30% do salário pagos pela empresa, mais 70% do seguro desemprego que tiver direito PAGOS PELO GOVERNO. E contarão com todos os direitos como:

o plano de saúde, cesta básica, entre outros (exceto o ticket vale-refeição).

E quem estiver com o contrato suspenso NÃO PRECISARÁ PAGAR O SINDICATO NESTE PERÍODO.

 

CATEGORIA FIQUE ALERTA!

Mesmo com a prorrogação do acordo, as empresas ameaçam demissão em massa.
Este momento requer maior atenção, mobilização e, acima de tudo, união.
Somente unidos poderemos demonstrar toda nossa força!

 

 

Em mais uma recente conquista para a categoria, o acordo, diante da pandemia, firmado entre empresas e sindicato em abril deve ser estendido até julho.
Compartilhe essa notícia:

Veja também: